Cesta básica de Macaé registra discreta queda em outubro

Sexta, 17 Novembro 2017 12:33

A cesta básica no município de Macaé segue em queda no mês de outubro em relação a setembro, de -0,12%, passando a custar R$ 369,49, completando um semestre com registro de variações negativas do custo médio da cesta macaense.Comparada com outubro de 2016, o custo da cesta também apresentou quedano preço médio, com retração de 10,03%.

 

TABELA 1

Gasto, variações mensal e anual e tempo de trabalho necessário

Macaé-RJ – Outubrode 2017

Produtos

Quantidades

Gasto mensal (R$)

Variação (%)

Tempo de trabalho

Outubro 2017

Setembro 2017

Mensal

Em 12 meses

Outubro 2017

Setembro 2017

Carne

6 kg

108,24

109,86

-1,47

-7,20

25h25m

25h47m

Leite

7,5 l

26,93

27,30

-1,36

-13,27

6h19m

6h25m

Feijão

4,5 kg

23,13

23,72

-2,49

-34,94

5h26m

5h34m

Arroz

3 kg

10,32

11,19

-7,77

-16,91

2h25m

2h38m

Farinha

1,5 kg

4,22

4,26

-0,94

-9,83

0h59m

1h00m

Batata

6 kg

14,04

11,58

21,24

-28,44

3h18m

2h43m

Tomate

9 kg

33,21

32,31

2,79

-16,89

7h48m

7h35m

Pão

6 kg

56,82

56,52

0,53

4,41

13h20m

13h16m

Café

600 g

14,26

14,32

-0,42

13,81

3h21m

3h22m

Banana

7,5 dz

32,25

32,63

-1,16

-16,02

7h34m

7h40m

Açúcar

3 kg

9,45

9,57

-1,25

-15,09

2h13m

2h15m

Óleo

900 ml

4,04

4,09

-1,22

0,75

0h57m

0h58m

Manteiga

750 g

32,58

32,58

0,00

7,67

7h39m

7h39m

Total da Cesta

 

369,49

369,93

-0,12

-10,03

86h45m

86h52m

Pesquisa Nacional da Cesta Básica

Fonte: DIEESE

 

Na comparação mensal, entre setembro e outubro de 2017, nove dos treze produtos pesquisados registraram variações negativas do preço médio. Os destaques são para o arroz(-7,77%),o feijão (-2,49%), a carne (-1,47%), o leite(-1,36%), o açúcar (-1,25%), o óleo de soja (-1,22%) e a banana (-1,16%).Os demais produtos com retração de preços apresentaram variações inferiores à 1%.

Apenas a batata (21,24%), o tomate (2,79%) e o pão (0,53%) apresentaram aumento nos preços.O preço da manteiga manteve-se estável entre setembro e outubro.

Em doze meses, o preço médio da cesta básica macaense registrou queda de 10,03%.Entre os produtos que registraram aumento nos preços, o destaque vai para o café (13,81%) e para a manteiga (7,67%). Com relação aos itens com redução dos preços, destacaram-se o feijão (-34,94%), abatata (-28,44%), oarroz(-16,91%), o tomate (-16,89%),a banana (-16,02%)e o açúcar (-15,09%).

O custo da cesta básica de Macaé representou 87,75% do valor apurado no município do Rio de Janeiro (R$ 421,05) no mês de outubro.

Em outubro, o custo do conjunto de alimentos essenciais caiu em 11 das 21 capitais brasileiras pesquisadas pelo DIEESE. As maiores quedas foram registradas emGoiânia (-2,79%), Maceió (-2,52%) e Manaus (-1,77%).Entre as capitais que registraram aumento no preço médio da cesta básica, as maiores variações foram anotadas em Campo Grande (2,67%), Curitiba (3,08%) e Cuiabá (3,08%).

O trabalhador que reside em Macaé com rendimento equivalente a um salário mínimo necessitou cumprir uma jornada de 86 horas e 45 minutos para adquirir os itens alimentícios que compõem uma cesta básica individual. O valor gasto com essa cesta representou, em outubro, 42,86% do salário mínimo líquido, ou seja, após os descontos da Previdência Social.

A partir da cesta básica mais cara, que neste mês foi verificada na cidade de Porto Alegre (R$ 446,87), o DIEESE calcula o Salário Mínimo Necessário, ou seja, a quantia necessária para suprir as despesas de uma família composta de quatro membros (dois adultos e duas crianças) com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência, conforme estabelece a Constituição Federal. O valor calculado para o mês de outubro foi de R$ 3.754,16, ou 4,01 vezes o mínimo de R$ 937,00.

 

Avalie este item
(0 votos)

Sede MacaéMacaé

Rua Tenente Rui Lopes Ribeiro, 257 Centro - CEP 27910-330 Telefone: (22) 2765-9550

Sede CamposCampos

Av. 28 de Março, 485 Centro - CEP 28.020-740 Telefone: (22) 2737-4700